Síndrome do Pânico

Crises de Pânico, Ataques de Pânico ou Transtorno de Pânico são os nomes dados ao indivíduo que, de repente, demonstra uma reação de medo intenso diante de alguma ameaça real ou imaginária. Considerado pela Psiquiatria um transtorno mental, cujo diagnóstico da doença se dá somente mediante crises recorrentes em que a pessoa tem mudanças de comportamento que interfere negativamente em sua vida. A cura para esses sintomas são medicações e medicações. Sem avaliar a causa e origem o tratamento da medicina tradicional sempre será nos sintomas.

Os sintomas apresentados são de falta de ar, medo intenso, medo de morrer, medo da perda do controle (e, na verdade, já perdeu!) sensação de sufocamento, taquicardia, suor, tremores, calor e calafrios, dor no peito, dor abdominal e distorção da realidade. Muitos relatos de pessoas que passaram por isso descrevem como se fosse um sonho mal, um pesadelo, onde não consegue distinguir a realidade das ilusões da Mente.

Todos os mamíferos tem no cérebro a Amígdala Cerebral ou Cerebelosa que é do tamanho de uma amêndoa. Nada a ver com a amígdala da garganta. Ela faz parte do sistema límbico e é um importante regulador do comportamento sexual, do comportamento agressivo, de respostas emocionais e da reatividade a estímulos biologicamente relevantes. É um centro identificador de perigo, gerando medo e ansiedade e colocando o animal em situação de alerta, aprontando-se para fugir ou lutar. Em nós humanos acontece o mesmo.

Quanto as causas do transtorno do pânico, ainda não existe um diagnóstico conclusivo pela Psiquiatria. Alguns acreditam em fatores genéticos e ambientais, estresse, uso de medicamentos como anfetaminas, drogas e álcool.

Somos Espíritos usando um corpo físico (feito da mesma matéria do Planeta) para aprendizado e experiência e não perdemos, de forma alguma, nossa ligação com o mundo espiritual, o qual não está tão longe assim como muitos pensam. Ele faz parte do nosso mundo, do nosso dia a dia. O que difere é a matéria, a densidade de outras dimensões, a densidade dos corpos de outros seres. Costumo falar que é tudo junto e misturado. A questão é que, por crenças religiosas, paradigmas, temos medo de qualquer sensação no corpo que não seja conhecida e quando houvimos falar em espíritos parece para muitos que é “coisa do demônio” e isso provoca o pavor, a taquicardia, a tremedeira. As sensações se manifestam no físico, mas a origem é no corpo astral, que é um dos seis corpos sutis que temos.

 Às vezes, a pessoa está sofrendo um ataque energético sim ou sente a presente dos seus Mestres, Guardiões. Essa sensibilidade maior em algumas pessoas provoca pânico, até porque pode sim ver e sentir “coisas do mundo espiritual”. Por outro lado, educados para sermos perfeitos, para competir e ganhar sempre e, principalmente, nunca errar, nos cobramos o tempo todo pelos melhores resultados e, mediante uma situação de enfrentamento de algo novo ou desconhecido, ficamos receosos. Lembra que falei acima sobre a amígdala no sistema cerebral? Ela cresce ativando o sistema límbico: é lutar ou fugir!
Por isso tantas sensações desagradáveis no corpo.

Diferentemente do diagnóstico psiquiátrico onde as doenças são tidas como incuráveis, trago o olhar holístico, onde vemos o ser humano de uma forma integral, ou seja, corpo, mente e espírito e afirmo que a cura é possível sim, desde que a pessoa esteja disposta a sair dessa situação e se comprometer com o tratamento.

Nas primeiras sessões do tratamento já é possível obter bons resultados, até porque é feita uma limpeza energética no seu campo. Recomendo também fazer técnicas de relaxamento, exercícios físicos onde a pessoa irá ter sensações iguais como suor, batimentos cardíacos mais acelerados e o corpo irá entendendo aos poucos que esses sintomas são por um bom motivo, ressignificando as sensações nas crises de pânico.  É fazer a Mente entender que nem sempre essas sensações são negativas.
Que você pode tê-las também por prazer.

Convido você que sofre com crises de pânico ou se conhece alguém que passe por essa situação, a vir conhecer ou indicar o meu trabalho.

Te espero do outro lado.

Eluza Stello
Terapeuta Holística
Terapeuta EFT
Psicanalista
Consteladora Sistêmica Familiar

Quer agendar uma consulta?
Por favor, preencha o formulário abaixo.